Publicado por: sdaviseu | 19 de Fevereiro de 2013

Bento XVI: Bispos elogiam «corajosa lucidez»

Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa confessa «surpresa» pela renúncia ao pontificado

O Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) reagiu em comunicado à renúncia de Bento XVI ao pontificado, anunciada no último dia 11, elogiando a “corajosa lucidez” do Papa alemão.

“Com surpresa recebemos a notícia da decisão do Papa Bento XVI de renunciar ao ministério que recebeu como bispo de Roma, sucessor de Pedro e pastor da Igreja universal. Mas esta surpresa depressa se tornou em admiração agradecida pela sua corajosa lucidez em reconhecer as limitações de saúde e forças para exercer adequadamente o ministério ao serviço da Igreja e para bem de toda a humanidade”, refere uma nota do organismo, apresentada hoje em Fátima.

Os bispos portugueses sustentam que com este gesto, o Papa, «servo dos servos de Deus», “ensina que todo o poder na Igreja é serviço”.

Os membros do Conselho Permanente da CEP aludem ao “estilo pessoal de grande simplicidade” com que o Papa eleito em abril de 2005 “comunicou acessivelmente o seu pensamento culto e profundo” bem como “a coragem heroica com que afrontou os problemas que surgiram e defendeu a paz, a justiça e os mais pobres”.

“Queremos agradecer a Deus o precioso dom do pontificado de Bento XVI, que nos revelou uma fé forte e constante; o zelo apostólico de quem se fez tudo para todos, não excluindo ninguém independentemente da sua ideologia ou religião”, acrescenta o texto.

O episcopado católico português manifesta “afeto e gratidão” ao Papa resignatário e associa-se “à sua futura missão que assim resumiu: «Quero servir de todo o coração, com uma vida consagrada à oração, a santa Igreja de Deus»”.

“Pedimos a oração dos católicos e de todos os crentes para que os cardeais, inspirados pela conclusão do Concílio de Jerusalém – «O Espírito Santo e nós assim decidimos» –, saibam discernir e escolher o candidato mais apto para assumir a missão de sucessor do apóstolo Pedro”, conclui o comunicado, numa alusão ao próximo conclave.

Bento XVI apresentou a renúncia ao pontificado há uma semana, decisão com efeito a partir de 28 de fevereiro, abrindo caminho à eleição de um novo Papa.

O Conselho Permanente é um órgão delegado da assembleia dos bispos católicos em Portugal, com funções de preparar os seus trabalhos e dar seguimento às suas resoluções, reunindo ordinariamente todos os meses.

O organismo é atualmente constituído por D. José Policarpo, cardeal-patriarca de Lisboa (presidente da CEP); D. Manuel Clemente (vice-presidente), bispo do Porto; D. Jorge Ortiga (vogal), arcebispo de Braga; D. António Marto (vogal), bispo de Leiria-Fátima; D. Gilberto Canavarro Reis (vogal), bispo de Setúbal; D. António Francisco dos Santos (vogal), bispo de Aveiro; D. Manuel Quintas (vogal), bispo do Algarve; padre Manuel Morujão (secretário).

OC | in agência ecclesia

Foto: gjsementinhas.blogspot.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: